Estudar Inglês Aqui ou no Exterior: O Que é Melhor?

jan 18, 2021

Estudar Inglês Aqui ou no Exterior: O Que é Melhor?

jan 18, 2021

Gostou? Compartilhe!

Muita gente que deseja aprender o idioma tem vontade de estudar inglês no exterior. Mas, você sabe o que é melhor para você?

Com a inclusão do inglês como matéria obrigatória no currículo escolar do Ensino Fundamental, muitas crianças passaram a ter a oportunidade de estudar inglês logo nessa fase. 

Mas, infelizmente, nem sempre foi assim. 

Boa parte dos jovens adultos de hoje na casa dos 18 anos para cima só tiveram contato com o inglês quando mais velhos, quando procuraram uma escola de idiomas ou algum curso de inglês online. 

E quando pensamos em estudar inglês, nós tendemos a vislumbrar nosso “eu” do futuro detonando na conversação, cantando músicas em inglês e fazendo várias viagens incríveis – aliás, quem nunca?! 

Muita gente também tem o sonho de estudar inglês no exterior. A questão é: será que compensa?

A decisão de estudar inglês, aqui no Brasil ou no exterior, está muito mais conectada com o seu momento de vida e condição financeira do que com qualquer outra coisa. 

Neste post, vamos apresentar os dois lados da moeda para que você possa fazer uma boa escolha. Continue lendo!

Estudar inglês no exterior: O que você deve levar em consideração

Como comentamos acima, dois fatores principais impactam muito na hora de tomar essa decisão: o seu momento de vida e a sua condição financeira. 

E antes de começar a falar mais sobre esses dois fatores, é preciso esclarecer uma coisa: se você não tem noção nenhuma de inglês, não será em um mês no exterior que você vai dominar o idioma e voltar fluente. 

Se alguém te prometer isso, ligue um sinal de alerta na sua cabeça, ok? 

Mas vamos ao que interessa!

Sobre o seu momento de vida

É importantíssimo levar em consideração qual o seu momento de vida antes de escolher entre estudar inglês aqui ou no exterior. 

Se você está em vias de entrar na faculdade ou está cursando alguma graduação por aqui, quanto tempo você conseguirá passar fora para se dedicar ao idioma?

O mesmo se aplica para quem apenas trabalha. Se levarmos em consideração que você tem um mês de férias por ano, então teoricamente você poderá passar um mês estudando fora. 

Além disso, pense na sua meta ao estudar o idioma. O que você deseja? Conseguir um bom emprego numa multinacional? Poder viajar de férias entendendo tudo? Conseguir conversar fluentemente com seus colegas de outros países? 

Se você precisa acelerar o aprendizado para alcançar a sua meta mais rápido e puder dispor de tempo e dinheiro para um intercâmbio no exterior, talvez estudar inglês em outro país possa ser a solução. 

Porém, se você ainda não consegue pagar um intercâmbio e precisa muito do inglês, é melhor começar a estudar inglês por aqui mesmo. 

Entendeu o racional?

Sobre a sua condição financeira

Esse é um fator decisivo. De nada adianta dispor de tempo, mas não dispor de dinheiro para financiar seu intercâmbio para aprender inglês no exterior. 

Infelizmente, os pacotes de intercâmbio não são tão acessíveis quanto gostaríamos e nem todo mundo consegue arcar com as despesas. 

Para você ter uma ideia, de acordo com matéria publicada no site “Intercâmbio e Viagem”, os valores dos pacotes de intercâmbio para estudar inglês com duração de apenas um mês começam a partir de R$ 16.000,00 – fora os gastos que vão além do pacote. 

Já o intercâmbio com duração de 3 meses custa a partir de R$ 33.000,00.

Quando estudar inglês no exterior compensa

Estudar inglês no exterior pode ser uma experiência incrível quando bem planejado.

Se você é iniciante no inglês e só consegue ficar de 1 a 3 meses, o dinheiro investido num programa de intercâmbio provavelmente não trará o retorno que você esperava. 

Agora, se você já está em um nível mais intermediário, fazer um intercâmbio focado no estudo do idioma fará com que você perca a vergonha de conversar e acelerar o aprendizado! 

Quando falamos de um intercâmbio de 6 a 12 meses, essa modalidade é voltada para quem está disposto a abrir mão de algumas conquistas da vida aqui no Brasil, como emprego, faculdade e até mesmo um relacionamento pelo tempo que estiver fora. 

Mas se o dinheiro não for um empecilho, um intercâmbio mais longo é altamente indicado para quem está começando no idioma. Com pelo menos 6 meses o aluno irá aprender muito bem o idioma, pois será “forçado” a fazer tudo o que fazia antes em português agora em inglês. Em 12 meses então…

Além disso, quando voltar para o Brasil e estiver procurando emprego, só pelo fato de ter ficado um tempão estudando inglês fora, as empresas te olharão de outra forma. 

É claro que em todos os casos, a experiência de estar em contato com pessoas nativas e com o fato de respirar inglês 24h por dia será maravilhosa. 

Às vezes, se você tem um mês de férias do trabalho mas não tem o dinheiro suficiente para um programa de intercâmbio, pode planejar uma viagem a turismo mesmo! Se a sua intenção for destravar na hora de falar inglês, com certeza essa experiência também irá te auxiliar.

Quando estudar inglês no Brasil é uma excelente opção

Aqui no Brasil nós temos várias opções de cursos excelentes, sejam eles na modalidade presencial ou online. Tudo irá depender também do seu momento de vida e da sua condição financeira. 

Se você é uma pessoa que precisa aprender inglês melhor e mais rápido e possui uma rotina bastante corrida, é essencial que procure um curso que te permita trabalhar com o fator flexibilidade. 

Nesse caso, um curso de inglês online é bastante indicado, no qual você avança no seu ritmo sempre que puder. Além disso, se o curso é disponibilizado via app, como o CNA Go, você ainda tem a vantagem de poder acessar de onde estiver! 

E falando um pouco sobre valores, os cursos presenciais costumam ser mais caros que os online, justamente por conta dos custos da infraestrutura da escola. 

Então se você tem uma necessidade muito alta de ter flexibilidade nos estudos, de aprender inglês de forma rápida e não dispõe de muito dinheiro para investir, muito provavelmente optar por um curso de inglês online será a opção mais adequada a você. 

E se alguém disser que a qualidade não é tão boa quanto um curso presencial, não caia nessa. A única coisa que geralmente muda mesmo é que um exige deslocamento e dias e horários fixos e o outro se dá de forma remota e flexível.

Tá, mas qual é a conclusão?

Podemos resumir as conclusões desse post da seguinte forma:

  • Se você tiver tempo e dinheiro para estudar inglês fora, um intercâmbio será ótimo e trará grandes resultados (levando em conta um período acima de 6 meses se você for iniciante, ok?);
  • Se você não tem como se dedicar totalmente ao inglês e precisa conciliar trabalho, faculdade e outras questões e ainda não tem o dinheiro necessário para investir em um intercâmbio, estudar inglês aqui no Brasil será a melhor opção e renderá bons frutos! 

Não se esqueça que toda experiência é válida e que você precisa levar em consideração os seus sonhos também. 

Se você tem o sonho de fazer um intercâmbio para estudar inglês mas não tem dinheiro para mais de 1 mês de curso, não deixe ele para trás por causa disso. 

O que você pode fazer para otimizar a sua experiência é fazer o intercâmbio quando estiver em um nível mais intermediário. 

Pense também que, dependendo do tempo e dinheiro somado ao objetivo de aprendizado que você possui, às vezes uma viagem de férias para os Estados Unidos, por exemplo, pode ser bem eficaz. 

Imagine só que incrível poder se divertir, conhecer um destino diferente e, de quebra, desenvolver suas habilidades de conversação! Por isso, não descarte essa opção. 

Deixe nos comentários qual das duas situações de estudo de inglês se encaixa melhor para você hoje! Queremos muito saber!

assine cna go

Gostou? Compartilhe!

+ Textos

Conheça o CNA Go!

CNA Go

Siga @CNA Go

Continue lendo:

Como melhorar o inglês com 4 hábitos cotidianos

Como melhorar o inglês com 4 hábitos cotidianos

Se você quer saber como melhorar o inglês, definitivamente esse texto é para você! “Como melhorar o inglês” é algo que todos os estudantes do idioma desejam saber - e não é à toa.  Quando começamos a aprender algo, queremos sempre nos aprimorar e ver logo os...

Inglês americano e britânico: qual a diferença?

Inglês americano e britânico: qual a diferença?

Afinal, qual a diferença entre inglês americano e britânico? Essa é uma dúvida que muitas pessoas que estão pesquisando cursos de inglês para começar a estudar o idioma possuem!  O mais engraçado é que muita gente não faz nem ideia de que existe uma diferença até...

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *